Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
12/07/20 às 10h42 - Atualizado em 12/07/20 às 10h51

GDF mostra inovações tecnológicas na administração pública

O secretário de Economia, André Clemente, participou da edição digital da Campus Party Brasília e abordou o tema “A inovação tecnológica na administração pública no pós-pandemia”. Entre os projetos apresentados, o secretário destacou a integração de mais de 430 serviços digitais da área econômica incluídos no portal do Governo Federal (Gov.br) e nos aplicativos e-GDF e Economia DF. “Vamos estender isso para saúde, segurança, educação e para diversas áreas para que o mundo corporativo público possa estar em uma única tela para o servidor e o cidadão.”

 

André Clemente também pontuou as ações do planejamento estratégico 2019-2060 na área de Tecnologia da Informação. O gestor informou que esse programa de longo prazo é importante para se conhecer o caminho a ser seguido pelo governo. 

 

Segundo ele, as peças orçamentárias – Lei de Diretrizes Orçamentárias, Lei Orçamentária Anual e o Plano Plurianual – são elaboradas com ações que contemplem essa política de inovação tecnológica.

 

Aumento de serviços oferecidos digitalmente

O titular da Secretaria de Economia também enfatizou a digitalização dos serviços prestados ao cidadão, o aumento de serviços oferecidos pelos aplicativos e-GDF e Economia DF e as ferramentas disponibilizadas nos portais institucionais do governo. 

 

Segundo o secretário, aproximadamente 80% dos serviços são eletrônicos e estão disponíveis nos apps, que serão unificados para facilitar a vida do usuário.

 

“Quando falamos de transformação digital, a TI é só um instrumento para mudança. Vale ressaltar que o aumento nos serviços eletrônicos da secretaria tem reduzido significativamente custos operacionais. Ganha cidadão, que não precisa se deslocar para ter um atendimento presencial, e governo, que reduz o custo operacional”, disse Clemente.

 

O secretário ainda explicou que a digitalização dos serviços e a adoção do teletrabalho gerará mais economia de gastos com aluguéis e mobiliários e aumentará a qualidade de vida dos servidores.

 

* Fonte: Agência Brasília/ Foto: Lúcio Bernardo Jr/ Agência Brasília